Há muitas ideias que acabam sugerindo outros métodos para provar o valor de uma marca, como o princípio “mostre-me”, que é relevante. Mas sabemos que a fidelidade à marca é um dos maiores fatores na tomada de decisão do consumidor.

Imagine andar até um estranho na rua e pedir para eles desenharem o seu logotipo, de memória. Agora imagine dois cenários: sendo o primeiro deles perguntar aos clientes se toda vez que viram o seu logotipo no último ano, ele foi consistente, estava em sua posição correta, com a cor certa, escala, forma e tamanho. Agora, imagine o segundo cenário sendo exatamente o oposto: sem consistência na posição, cor, escala, forma ou tamanho. Vai ser difícil para eles lembrar da sua marca, você não acha?

NEM TODAS AS MARCAS TENTAM SER INCONSISTENTES

As marcas não se mostram necessariamente inconsistentes, mas às vezes as inconsistências acontecem, é inevitável. Por exemplo, a equipe de vendas tem um prazo apertado para uma apresentação que precisa cumprir e seus designers internos estão sobrecarregados com outros trabalhos urgentes. Não entregar no prazo não é uma opção, então a equipe de vendas decide que deve fazer o papel de designer e esperar o melhor. Mas, depois de um tempo essas instâncias, o “esperando pelo melhor” começa a somar. Antes que você perceba, a maioria de sua garantia é inconsistente e uma bagunça.

O QUE ALCANÇA CONSISTÊNCIA

Um logotipo ou processo de branding nunca é criado como uma marca independente. Depois de criado, o próximo passo é criar as diretrizes de identidade, para que todos tenham clareza sobre como usar a marca. Estes protegem o tom de voz, a linguagem visual, as regras para a colocação do logotipo, as fontes corretas, as cores e assim por diante. Ao aderir a essas diretrizes, uma marca cria consistência e contexto, torna-se mais fácil de ser lembrada pela mente do consumidor e, por fim, torna-se familiar a ele. A familiaridade gera confiança e, portanto, ajuda o consumidor a escolher quando é a hora de decidir de qual empresa comprar.

IMPLEMENTANDO CONSISTÊNCIA

Criar uma identidade e diretrizes que todos possam concordar melhor representa sua marca é apenas metade da batalha. A outra metade é estabelecer como essas diretrizes são implementadas no dia a dia da gestão de uma empresa e também garantir que isso seja constantemente aplicado na prática. É a consistência em cada interação que um cliente tem com sua marca, que mantém você ancorado em sua mente, como confiável e familiar.

ENFRENTANDO O PROBLEMA

Não é uma coisa fácil de fazer. O que acontece quando a equipe de vendas tem esse prazo que colide com uma equipe de projeto super sobrecarregada? Lançar as pessoas no problema não vai resolver isso a longo prazo, e assim, olhar para uma plataforma como o Deskfy pode tirar a pressão da equipe de design e capacitar praticamente qualquer pessoa na organização a criar o que eles precisam, quando precisam. Especialmente quando é arte altamente modelada.

Colocar ênfase na consistência da marca também é uma obrigação. Uma coisa é determinar a consistência da marca e “dizer” às pessoas que é importante, isso é uma abordagem completamente diferente para que as pessoas aceitem a ideia de consistência da marca e acreditem realmente nela. Educar a equipe com dados reais e informações sobre por que a consistência é importante para sua marca é uma ótima maneira de ajudar as pessoas a aceitarem a tarefa mais ampla.

Ficou com alguma dúvida ou tens alguma sugestão de assunto para abordarmos? Comente abaixo!