Sua marca é uma forma de os clientes identificarem sua empresa. É como eles reconhecem e diferenciam você da concorrência.

Mas, assim como uma equipe esportiva é mais do que o uniforme que usam, uma marca forte é mais do que um logotipo ou slogan. Para seus fãs mais leais, é uma comunidade. É uma afinidade emocional, um distintivo de honra para as pessoas comprarem o que compram. Pesquisas apontam que quase 60% das pessoas preferem novos produtos de marcas familiares a eles, e 21% dizem que compram um novo produto porque era de uma marca que eles gostam.

Então, como você se torna uma marca familiar e popular? Para começar, certifique-se de que sua marca é relevante e atraente para o seu público-alvo. A partir disso, muito do seu sucesso depende da capacidade da empresa de construir e manter a consistência da marca. É preciso muito trabalho e dedicação, mas com a preparação certa, tudo é possível!

TENHA UM PLANO

É difícil criar ou manter a consistência da marca sem um plano. Antes de colocar energia no crescimento de sua marca, reserve um tempo para documentar uma estratégia de marca.

Esse processo é de longo prazo, e precisa envolver como a sua marca ajudará você a atingir suas metas de negócios. Isso é relacionado a como você comunicará sua história e aproveitará as necessidades e emoções de seus clientes para impulsionar sua empresa.

A sua estratégia de marca deve descrever a promessa, os valores (no que a empresa acredita), a personalidade, o público e o posicionamento competitivo da sua marca. Estes são os aspectos intangíveis que definem sua marca e a ancoram a uma identidade consistente. Dessa forma, à medida que sua marca cresce e mais e mais pessoas a comunicam, você terá um melhor direcionamento para os seus esforços.

CRIE UM MANUAL VISUAL

As melhores marcas são reconhecíveis mesmo quando a marca e os logotipos não estão presentes.

Quando sua marca tem uma aparência consistente em todos os pontos de contato e canais, os consumidores não precisam pensar duas vezes sobre quem você é e o que você representa.

Porém, uma identidade de marca não acontece sozinha. Você precisa desenvolver e comunicar o estilo visual exclusivo de sua marca. Dentro do estilo da marca, inclui aspectos visuais, como logotipos, tipografia e cores. Além disso, também inclui as características e a personalidade que humanizam sua marca.

Capture essas informações e as agrupe dentro do seu kit de identidade de marca. A consistência da sua marca depende disso!

TORNE O PRODUTO ACESSÍVEL

Muitas inconsistências de marca surgem porque as pessoas não têm os recursos e as informações de que precisam. Além de compartilhar sua estratégia de marca e seu kit de identidade, forneça aos seus parceiros e equipes internas os ativos do seu criativo.

Dependendo do que você tem, eles podem incluir ativos da marca, como logotipos, tags, gráficos, vídeos, material de vendas, fotos, imagens e muito mais. Provavelmente, não é realista (pelo menos a longo prazo) alojar esses recursos em unidades locais e distribuí-los por e-mail.

Idealmente, você pode armazenar, organizar e gerenciar seus ativos digitais a partir de um local central e pesquisável. À medida em que sua equipe e sua biblioteca de ativos de marca crescem, você quer garantir que todos que precisam de recursos, possam acessá-los quando e onde estiverem.

Para muitas organizações, uma ferramenta de compartilhamento de arquivos, como o Google Drive ou o Dropbox, é um bom lugar para começar. Para outros, uma unidade compartilhada bem-intencionada pode mudar rapidamente de uma solução organizada para um depósito cheio de ativos de criação desatualizados. Nesses casos, talvez seja hora de você considerar um software de gerenciamento de ativos digitais (DAM).

PRIORIZE O TRABALHO EM EQUIPE

Seus funcionários são uma extensão da sua marca.

A maneira como as pessoas percebem sua marca é um ponto muito importante. E isso inclui a experiência com todos e qualquer um associado à sua empresa – representantes de atendimento ao cliente, chatbots, balconistas de lojas, profissionais de marketing, parceiros e muito mais.

Enquanto construir e manter uma marca começa com uma estratégia e identidade, são as pessoas que levam a visão até a linha de chegada. Então, como você informa e embarca toda uma organização para o branding?

Priorize sua marca e faça parte de todos os pontos de contato internos, desde apresentações até palestras corporativas. Eduque as pessoas sobre a importância e o impacto da sua marca. Faça da sua marca e do que ela significa para a contratação de novos funcionários, treinamentos e iniciativas de marketing interno.

ARBITRE SUA MARCA

Uma coisa é fato: quanto maior você fica, mais difícil é controlar o modo como as pessoas se comunicam e alavancam a marca que você tanto trabalhou para construir.

Para garantir que todos representem sua marca de forma consistente em todos os canais e mídias, você precisa de pontos de verificação. Para alguns, isso significa um processo de aprovação envolvendo alguns líderes de equipe ou uma lista de verificação de gerenciamento de marca. Para outros, é importante ficar longe das verificações e balanços manuais. Nesses casos, sistemas com permissões de usuário integradas, controles de versão, gerenciamento de direitos e recursos de expiração podem assumir grande parte do trabalho pesado.

ACOMPANHE A EVOLUÇÃO DO MERCADO

À medida que sua organização cresce, seu público muda e sua oferta avança – sua marca precisa acompanhar essa evolução. Manter uma marca consistente e relevante exige trabalho e comprometimento contínuos.

Independentemente de onde a jornada da sua marca o levar, lembre-se da importância de preparações como sua estratégia de marca e kit de identidade de marca. Além disso, continue a tornar os ativos de sua marca facilmente acessíveis, envolva toda a sua equipe nos esforços da marca e implemente as verificações e os saldos necessários para sua marca.

Adaptação e tradução do texto original de Serai Schueller.

Ficou com alguma dúvida ou tens alguma sugestão de assunto para abordarmos? Comente abaixo!