O que entendemos por franquia pode se resumir à um tipo de negócio que o seu modelo de operação passa a ser copiado e transferido para outro ponto comercial, sendo esse autorizado a receber os direitos de uso da marca.

Você sabe exatamente como acontece essa transferência de know-how, maneira que é conhecida no franchising? Basicamente, a transferência de know-how funciona como um CTLR+C e CTLR+V de um determinado modelo de negócio. Em outras palavras, a gestão, operação e divulgação da respectiva empresa são copiadas e transferidas para uma loja com um formato idêntico.

É no franchising que vemos acontecer na prática que “nada se cria, tudo se copia”. Mesmo que o modelo de negócio se torne um padrão inicial, ele sofre, indispensavelmente, um processo de evolução das franquias, se adaptando ao mercado conforme o tempo passa.

É justamente quando o mercado vai evoluindo que os franqueados, que possuem um negócio que segue o padrão de uma outra marca, deverão participar contribuindo para que a marca continue sendo sucesso, tendo uma evolução constante. Através dos feedbacks passados à marca pelos franqueados, passa a ser possível criar novas estratégias dentro do negócio, para que posteriormente sejam utilizadas nas lojas da rede de franquias.

O que este artigo irá lhe acrescentar?
As ricas informações que lhe passaremos a seguir deverão ser o norte para dar continuidade ao seu projeto de franchising. Para entender exatamente o que são franquias, iremos apresentar um conteúdo que abrange os seguintes aspectos:

  • Como nasceu o franchising?
  • O que a lei de franquia abrange?
  • E para adquirir uma franquia, o que é preciso? O que um futuro franqueado precisa saber antes de adquirir uma franquia?

Sem mais, vamos entender o que é franquia?

COMO NASCEU O FRANCHISING?

A origem do sistema de franquias no mundo: O histórico do nascimento do franchising apresenta seus indícios desde a década de 50. Na história, há exemplos de práticas comerciais semelhantes aos sistema de franquias em Londres, que estavam presentes desde o século XII. Mas, oficialmente o sistema de franquias teve seu início nos EUA depois do acontecimento da guerra civil. Tudo começou com o modelo de uma rede de revenda de máquinas de costura que a marca Singer estabeleceu.

O QUE A LEI DE FRANQUIA ABRANGE?

Sobre a lei de Franquia, você sabe qual conceito ela apresenta a respeito de o que é uma FRANQUIA?

Conforme a LEI 8.955/94, “Franquia empresarial é o sistema pelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso da marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços, e eventualmente, também ao direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacional desenvolvidos ou detidos pelo franqueador, mediante a remuneração direta ou indireta, sem que, no entanto, fique caracterizado vínculo empregatício.”. Para compreender todos os detalhes da Lei de Franquias, leia nosso artigo sobre o assunto.

O QUE É NECESSÁRIO PARA ADQUIRIR UMA FRANQUIA?

Como, exatamente adquirir uma franquia? E o preciso saber antes de adquirir uma franquia? O primeiro passo a ser dado por quem pretende adquirir uma franquia é fazer a análise de cada oportunidade.

Passar de um sonho de ter um negócio próprio para a decisão de realizar este sonho é, na realidade, a atitude de uma parcela dos interessados. Muitas vezes, a insegurança interfere na escolha do negócio que tem mais chances de trazer um resultado melhor e acaba interferindo na maneira que ele precisaria se dedicar para realização desse sonho.

Não tem outra solução para isso diferente de realizar uma pesquisa mais aprofundada a respeito do leque de oportunidades ofertadas. E também conhecer bem as empresas e os empresários que estão nos bastidores de cada negócio de franquia é o que deverá sanar suas dúvidas e proporcionar um nível maior de segurança para efetivamente se dedicar a abrir uma empresa que segue um modelo de negócio criado por outra pessoa e que de fato já foi validado pelo mercado. É importante também entender a evolução constante e os investimentos em marketing, que mantem o padrão do negócio rentável e sustentável.

Ter a certeza de que todo apoio necessário será dado pelo franqueador também, pode ser feito, muitas vezes perguntando àqueles que já são franqueados da marca. É interessante considerar a avaliação do modelo de negócio visitando diferentes unidades da franquia como cliente, aprovando o modo que o franqueado foi instruído desde o atendimento até a qualidade do produto/serviço.

Ficou com alguma dúvida ou tens alguma sugestão de assunto para abordarmos? Comente abaixo!