Há uma batalha contínua entre branding e marketing dentro das organizações. Os especialistas em branding estão constantemente projetando materiais e tentando prevenir que os profissionais de marketing façam o uso indevido da marca. Tudo isso ocorre enquanto os profissionais são pressionados para que esses materiais sejam produzidos sob marca e aprovados sob demanda.

A DIVERGÊNCIA E OS DANOS ÀS ORGANIZAÇÕES

O mau uso da marca reduz o valor da mesma – e, portanto, o valor percebido pela organização. O valor é um bem precioso que leva muitos anos e uma quantidade imensurável de trabalho a ser construído.

Materiais e aprovações de marketing atrasados significam oportunidades de mercado perdidas – perda de vendas e receita – diminuindo, assim, o valor de futuro da organização. A adaptação de alto nível da marca e do marketing ao longo dos anos e décadas é o que diferencia as grandes marcas. Obviamente, há vários outros aspectos que afetam a percepção de uma marca – desde o processo de marketing e de vendas, passando pela entrega de produtos e serviços, até a renovação e o cancelamento.

COMO COORDENAR OS ESFORÇOS DE MARCA E MARKETING

Primeiramente, é preciso ter uma melhor comunicação. Os especialistas em branding precisam aprender como os profissionais de marketing operam, conhecer seus desafios – as enormes quantidades de solicitações digitais, impressas e de eventos, o alinhamento de campanhas em diferentes mídias e formatos, os prazos apertados.

Os profissionais de marketing precisam passar mais tempo com especialistas de branding para aprender sobre os recursos necessários, para que, dessa forma, produzam todos os materiais solicitados, seguindo as diretrizes da marca. Eles precisam ter a noção da quantidade de materiais que precisam de aprovação antes de chegar ao mercado, e depositar suas esperanças em torno de uma ferramenta de automação de marketing, que consolida a velocidade de produção. O Deskfy é uma ótima ferramenta para otimizar esses processos! Saiba como funciona clicando aqui, ou conversando com um de nossos especialistas 🙂

Então, nesse sentido, criar empatia com os demais times como, primeiro passo, é fundamental. Estamos todos trabalhando para os mesmos objetivos! Como diz Meg Bear, vice-presidente do grupo Oracle, “a empatia é a habilidade crítica do século 21”.

Em seguida, especialistas em branding e profissionais de marketing devem imaginar, discutir e concordar sobre como é possível colaborar melhor para alcançar os KPIs de marca e marketing. Se houver esforço em direção aos objetivos gerais da sua organização, será possível modificar a marca, transformar mensagens em experiências atraentes e memoráveis – para os funcionários, prospects, clientes, parceiros de negócios e para a comunidade.

Ficou com alguma dúvida ou tens alguma sugestão de assunto para abordarmos? Comente abaixo!