Não é nenhum segredo que a internet se tornou imprescindível para as nossas vidas pessoais e profissionais. Estamos sempre conectados em nossos laptops e smartphones. Isso acarretou em diversas mudanças na forma como nos comportamos, incluindo a maneira como consumimos. Compramos cada vez mais, de maneira mais fácil e rápida por meio da web. Basta um único clique para a mágica acontecer.

A partir desse contexto, as empresas foram obrigadas a reimaginar e reinventar seus modelos de negócios. Se nas décadas passadas as pessoas tinham que se adaptar às organizações, hoje acontece o contrário. Definitivamente, o jogo virou, certo? Atualmente, são as companhias que precisam estudar seus públicos e conhecê-los, a fim de conquistá-los.

Para tanto, é preciso se esforçar. O consumidor está muito bem informado, portanto mais exigente. Isso significa que não basta satisfazê-lo. É preciso ir muito além disso, ou seja, é necessário surpreender e encantar seus possíveis clientes. Também é indispensável desenvolver novas habilidades alinhadas à criatividade e à inovação. Por fim, é vital estar ligado e conectado, em todos os sentidos.

Quando pensamos em empresas conectadas na web, é impossível não falarmos de marketing digital. Destacando de forma simples e direta, a técnica consiste em um conjunto de ações que podem ser desenvolvidas nos meios digitais, com o objetivo de promover negócios, produtos e serviços. Ele é sinônimo de incontáveis oportunidades e possibilidades para as empresas.

Nesse contexto, é essencial realizar um planejamento minucioso, que irá pautar toda a estratégia da promoção corporativa na web. Esqueça a ideia de trabalhar com ações aleatórias. Além de não gerar o máximo de resultados que o marketing digital pode proporcionar, elas podem até confundir os seus potenciais consumidores. Ou seja, pode ser um tiro no pé.

Mas como fazer um plano poderoso e eficaz? Neste artigo, destacamos 5 pontos que devem ser levados em consideração ao fazer um planejamento de marketing digital.

1. FAZER UM REPORT DO ESTADO ATUAL

Antes de pensar em pôr qualquer atividade em prática, saiba que, para definir aonde se quer ir, é primordial saber onde você se encontra.

Por meio da construção de um relatório que indica seu estado atual, você poderá enxergar claramente suas principais forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Ou seja, é essencial construir a sua matriz SWOT (do inglês Strengths, Weaknesses, Opportunities, Threats).

Uma vez que você tem essas informações em mão, será capaz de estabelecer de seus objetivos de forma eficiente e, assim, poderá partir para os próximos passos.

2. FAZER UM ESTUDO DE PERSONAS

A princípio, muitos donos de empresas que pretendem investir em marketing digital acham desnecessário realizar um estudo das suas personas, pois eles pensam que conhecem seus públicos profundamente.

Porém, lembre-se que ter conhecimentos sobre a sua audiência nunca é demais. Pelo contrário, quanto mais conhecer os comportamentos dos seus potenciais clientes, mais chances você tem de realizar vendas assertivas.

Conhecer verdadeiramente seu público proporcionará insights que serão essenciais para o seu sucesso. Estudar seus atuais e futuros compradores serve justamente para confirmar as informações e, a partir delas, encontrar novos dados cruciais sobre a sua audiência.

Dessa forma, você conseguirá adaptar as soluções que oferece e poderá planejar as suas ações de marketing digital de acordo com as particularidades das suas personas, ou seja, criará estratégias completamente alinhadas com o seu público. Tenha em mente que para criar materiais que conduzirão seus potenciais clientes pela jornada de compra, você deverá conhecer detalhes sobre os hábitos dos seus possíveis consumidores.

Para te ajudar nesta etapa, recomendamos duas ferramentas: o Fantástico Gerador de Personas e o Gerador de Jornada de Compra.

3. DETERMINAR OBJETIVOS

Quando você sabe quem é seu público, é necessário determinar seus objetivos. Assim, é importante estabelecer metas para que depois você confirme se o plano de marketing digital deu certo ou não. Por exemplo, você poderá definir como objetivo o aumento na geração de leads. Dessa forma, será capaz de traçar estratégias para conquistar sua meta.

Uma dessas ações poderá ser a oferta de materiais educativos por landing pages. Nesse sentido, os interessados deixarão seus contatos para baixar os materiais e se tornarão leads.

Após isso, vamos supor que você queira relacionar-se com esses contatos. Nessa situação, você poderá focar em enviar campanhas de email marketing e criar fluxos de automação de marketing. Depois disso, ficará mais fácil conferir os resultados dessas tarefas, analisando, por exemplo, os números de cliques nos links dos emails.

4. LEVANTAR RECURSOS NECESSÁRIOS

Depois de saber de forma clara quais são os seus principais objetivos, é hora de seguir no caminho necessário para alcançar todos eles. Para tanto, liste as ações que precisarão ser realizadas para que a meta seja atingida.

É imprescindível, por exemplo, incluir todos os recursos necessários para que as atividades sejam concluídas – orçamento, pessoal, ferramentas etc. Com tudo isso anotado, seu caminho para atingir todos os objetivos estará bem claro.

5. DEFINIR UM CRONOGRAMA

Criar um cronograma é indispensável para que exista o mínimo de atraso possível. Também se trata de um ótimo exercício para você estimar o tempo e o esforço que precisará consumir em cada atividade.

Além disso, realizar o acompanhamento constante do cronograma poderá ser muito proveitoso para ter uma consistência vigorosa de todo o seu planejamento.

Seguir essas etapas vai assegurar um planejamento em marketing digital eficiente, objetivo e coerente com o seu propósito de construir uma empresa que cresce de forma contínua, rápida e sustentável.

Ficou com alguma dúvida ou tens alguma sugestão de assunto para abordarmos? Comente abaixo!