A distribuição de conteúdos é um termo geralmente usado em círculos de marketing, que remete muitas vezes ao significado de gerenciamento de conteúdos e estratégias especificas de ranqueamento para alcançar com maior persuasão os clientes-alvo do seu empreendimento. Ou seja, a distribuição de conteúdos de marketing é o ato de promover conteúdo em diversos formatos de mídia, por meio de vários canais. E esses canais são categorizados em três tipos: próprio, ganho e pago.

Hoje, toda a evolução da área de comunicação e o avanço da tecnologia fez com que seja necessário todo um planejamento por trás de como distribuir os conteúdos de marketing e como gerencia-los para que não se percam no meio de milhares e milhares de informações jogadas na web.

1. Distribuição de conteúdos de propriedade

A distribuição de conteúdos de propriedade englobam conteúdos que pertencem ao seu empreendimento, como por exemplo o seu blog, boletim informativo de e-mail, mídia social, seu website, etc.

2. Distribuição de conteúdos ganhos

A distribuição de conteúdo ganho é quando outros distribuem o seu conteúdo, ou materiais sobre o seu negócio; como por exemplo: cobertura de imprensa, contribuições de artigos, parcerias com sites de relevância, retweets, compartilhamentos, feedbacks de clientes em suas redes sociais pessoais, etc.

3. Distribuição de conteúdos pago

Distribuição de conteúdos pago é quando você paga pela promoção e distribuição de seu conteúdo. O pagamento pode ser de diversas formas, geralmente é o usado o sistema de CPC  que o proprietário do conteúdo basicamente paga uma certa quantia toda vez que algum usuário clica para ler ou ver o seu conteúdo, e também exibir campanhas do Google Ads, anúncios de mídia social do seu conteúdo

Tipos de conteúdos para distribuição

Para divulgar o seu conteúdo, é preciso utilizar meios eficientes para atingir o seu público-alvo, tal como é necessário planejar em quais formatos devem ser feitos os conteúdos, já que os canais possuem formatos específicos. Existem muitos tipos de conteúdo que o seu negócio pode distribuir, desde post blogs à estudos de sucesso, infográficos, podcasts, vídeos, etc.

 

Blog

O blog é um dos principais agentes em uma estratégia de distribuição de conteúdo de marketing e, com certeza, é o mais utilizado. O blog deve ser utilizado como meio de informar todo o seu conteúdo e estratégia. Além disso, você deve fazer que todos os seus outros canais (que possuem conteúdos leves e didáticos) levem o usuário ao blog, assim o usuário irá ler todo o seu conteúdo que esta dissertado de forma coerente e completa.

E-mail Marketing

O e-mail marketing pode parecer um canal antiquado, mas na verdade é muito utilizado e consegue render muitos clientes em potencial ainda, principalmente para o marketing digital. Reflita: quantas vezes você confere a sua caixa de entrada por dia? Nós apostaríamos que no mínimo uma e o seu cliente também é assim.

Então, usar o e-mail é ideal para criar uma interação maior com o seus clientes antigos, e por consequência, fideliza-los no futuro.

Redes Sociais

As redes sociais já deixaram de ser tendência, elas viram pra ficar, afinal é lá que os clientes estão. Dessa forma, o seu papel como empreendedor ou responsável de distribuição de conteúdos é saber qual rede social a sua persona (perfil comum dos seus clientes-alvo) mais usa, para assim distribuir de forma assertiva, como também conseguir ampliar o seu alcance de pessoas com o mesmo perfil. Se adapte aos perfis das redes sociais como Facebook, LinkedIn, Instagram, Vimeo, Twitter..

Mídias Pagas

Um canal muito usado para aparecer em primeiros resultados de busca é a plataforma de anúncios Google AdWords. Ao investir nessa ferramenta, você estará realizando a promoção de seu conteúdo de acordo com o alcance de sua palavra-chave (que deverão ser planejadas e estar presentes em seus textos.

Dica: Não importa o canal, sempre seja consistente em suas publicações.

Estratégias de distribuição de materiais de marketing em redes sociais

Facebook: compartilhe conteúdo altamente visual. Os artigos com imagens obtêm 94% de maior alcance comparado aos artigos sem imagens ou ilustrações.

Twitter: obtenha um equilíbrio entre links para conteúdos e tweets escritos, dessa forma não sendo só vendas diretas, e também interação.

LinkedIn: Crie o seu próprio grupo no LinkedIn gratuitamente, e em sua pagina empresarial, segmente atualizações específicas para determinados membros da rede por: setor e função.

Pinterest: alcance o seu público-alvo de forma visual e descontraída, logo após direcione o tráfego de volta ao seu site ou blog. Use descritores precisos e estratégicos, assim obtendo maior ranqueamento no Google.

YouTube e Slideshare: são plataformas que permitem compartilhar tipos específicos de conteúdo, como apresentações de vídeos e apresentações de slides, respectivamente. Os dois formatos podem ser muito eficientes, dependendo do tipo de público que você deseja alcançar.

Estratégias gerais para ranqueamento

SEO: embora os algoritmos estejam sempre mudando, o SEO auxilia as plataformas de pesquisa a descobrir o que cada página da web contem de relevante e o quanto isso pode ser útil para os usuários. Dessa forma, melhorando o posicionamento de seu blog ou site nas páginas de pesquisa e gerando mais leads.

Dica: conteúdos fortes e relevantes ajudarão o seu negocio a marcar links de entradas para as suas paginas. Use palavras-chave no título e na cópia do corpo, mas verifique se o conteúdo é completo e possui no mínimo 500 palavras.

Nutrição de leads: o cultivo de leads -comumente chamado de clientes em potencial- é um processo de construir relações de negócios com usuários em nível de início de compra. Então, para realizar isso, você pode alimentar o conteúdo personalizado para um público segmentado com base em seu nicho de marcado, comportamento de público-alvo, etc. Otimize seu site para o seu CTA ou formulário. Inclua campos que capturem informações da empresa, necessidades, interesses comerciais e informações de contato. Logo após, rastreie e controle as atividades dos usuários, incluindo o tempo gasto na sua página e as taxas de rejeição para que você consiga implementar estratégias adequadas para o leads.

Dica: plataformas de automação de marketing, como por exemplo o SEMrush, podem simplificar esse processo.

Saiba mais sobre o Deskfy. Você também pode solicitar uma demonstração gratuita da nossa ferramenta! Ficaremos felizes em conversar com você 🙂