Conhecer o real conceito de uma franquia pode ser mais complexo do que parece. Os tópicos que mais causam dúvidas a respeito são sobre: sua licença, o uso da marca, royalties e modelo de negócio. E mesmo englobando uma parcela de cada tópico, a definição de franquia ainda está além de tudo isso. As dúvidas que mais aparecem quando pretende-se comprar uma franquia costumam ser: Como negociar com o franqueador? Como pilotar um negócio de franquia e conquistar um bom rendimento?

Entender muito bem todas as faces de uma franquia é útil à quem deseja transformar seu negócio em uma franquia, e aos que pretendem adquirir uma franquia. Nesses casos, conhecer mais sobre o sistema de franchising faz toda a diferença. Por isso, vale a pena continuar aqui e conhecer os dois lados da mesma moeda: o lado do franqueador e o lado do franqueado.

QUAL É O PROCESSO UTILIZADO PELAS EMPRESAS FRANQUEADORAS PARA SELECIONAR SEUS FRANQUIADOS?

No processo de seleção de franqueados, o início se dá através do primeiro contato feito pelo candidato com a marca, que geralmente acontece na seguinte sequência:

  1. A franqueadora envia o material com informações básicas sobre o sistema e solicita que o candidato realize seu cadastro;
  2. Recebido o cadastro do candidato, a análise é realizada;
  3. A franqueadora faz a solicitação de referências;
  4. É agendada uma entrevista pessoal;
  5. A franqueadora apresenta o modelo negócio, esse sendo o mais detalhado possível e normalmente é nesse momento que se pode tirar as dúvidas;
  6. A franqueadora analisa o perfil do franqueado;
  7. Novas entrevistas do candidato com diferentes profissionais na empresa são feitas;
  8. É feita a aprovação ou não do candidato;
  9. Caso o futuro franqueado seja aprovado, é feita a entrega da Circular de Oferta de Franquia e também a Minuta do Contrato;
  10. A franqueadora aguarda a decisão do candidato;
  11. É feita a assinatura do contrato de franquia.

QUAIS RESPONSABILIDADES O FRANQUEADO ASSUME AO ADQUIRIR UMA FRANQUIA?

  • O franqueado se torna o único responsável pelos resultados da franquia;
  • Precisa investir e reinvestir no negócio;
  • Assegura a gestão que é feita com pessoal qualificado e que possuam o perfil ideal e mais adequado ao negócio;
  • A remuneração do franqueador por utilização do sistema, também conhecido como pagamento dos royalties;
  • Seguir e manter sempre as regras determinado pelo sistema da rede;
  • Contribuir com o aperfeiçoamento do modelo de negócio da rede, ao fornecer seu feedback para o franqueador.

COMO A AVALIAÇÃO DO NEGÓCIO DEVE SER FEITA?

  • Identificar quais os negócios que são dos segmentos que mais combinam com o seu perfil;
  • Definir qual é a região, cidade ou bairro em que deseja estabelecer seu negócio de franquia;
  • Selecionar os negócios que mais se identificou para iniciar a busca por informações para conhecer as empresas franqueadoras, a estrutura que possuem, a quanto tempo estão no mercado, qual é a imagem e o conceito da marca, quais são as franquias já instaladas;
  • Solicitar para a franqueadora selecionada informações a respeito de quais são os investimentos necessários e quais são os detalhes do sistema de franquia;
  • Conhecer que taxas devem serem pagas e quais são os serviços oferecidos;
  • Conhecer detalhadamente quais são os números do negócio;
  • Buscar conhecer alguns franqueados e ex-franqueados e perguntar-lhes a sobre como foi a sua experiência com o negócio;
  • Analisar, com a ajuda de um advogado especialista no sistema de franquias a COF e o
  • Contrato de Franquia;
  • Envolver a família no processo de decisão.

QUAIS AS RESPONSABILIDADES DO FRANQUEADOR EM RELAÇÃO AO FRANQUEADO

  • Compartilhar o know-how que foi adquirido ao longo do tempo de operação para seus futuros parceiros/franqueados;
  • Autorizar o direito de uso da marca e do sistema de franquia conforme as regras que estiverem pré-definidas;
  • Ter uma área que proporcione o suporte e apoio necessário aos franqueados, contando com profissionais capacitados que garantam a operação das unidades de franquia conforme a necessidade do seu projeto de franquia;
  • Gerar, sempre que for possível, a economia gerada através de compras em escala maior;
  • Monitorar de alguma maneira os padrões de todos os processos e franquias.

COMO O INBOUND MARKETING PODE AJUDAR A REDE DE FRANQUIA?

Ficar atento à evolução das tecnologias que a rede pode implementar na comunicação com seu público alvo tem tudo a ver com o Inbound Marketing. O inbound marketing é uma excelente estratégia para franquias. Tanto para o fortalecimento da marca quanto para aquisição de novos franqueados.

Uma boa maneira de começar com inbound marketing em sua franquia é traçando metas e objetivos a partir do seu funil de marketing digital. Com isso, é possível definir os canais que serão trabalhados para aquisição de novos leads e oportunidades comerciais.

Ficou com alguma dúvida ou tens alguma sugestão de assunto para abordarmos? Comente abaixo!