A apresentação dos padrões de modelos de negócios para as franquias pode ser considerada uma tarefa prioritária, para que a identidade visual e outros fatores como o padrão no atendimento, por exemplo, sejam seguidos. Uma prática que é muito comum entre as empresas, tanto nas pequenas, quanto dentro das maiores organizações, é manter a política da empresa, as suas normas e regras descritas em um manual.

No caso das franquias, o processo acontece de uma maneira bem semelhante. Em um manual de implementação de franquias, você o encontra apoiando-se em vários outros tipos de manuais distintos. Justamente por existirem vários manuais, é que as dúvidas podem surgir. Uma vez que é de praxe que se tenha, por exemplo, um manual do franqueado, um manual de marketing, um manual da área comercial, entre outros tipos. A utilização desses manuais, geralmente, depende do tamanho da rede, do número de funcionários e também de qual é o modelo de negócio.

Através deste conteúdo será possível que você entenda ainda mais qual é a real importância da sua empresa possuir um manual de franquia bem elaborado. Basta considerarmos que a franquia precisa saber quais são as informações mais relevantes, e o ideal é que essas informações devem estar contidas em um manual de implementação de franquias, para que, de fato, seja possível manter seu negócio no padrão de franquia que é idealizado pelo franqueador.

COMO FUNCIONA UM MANUAL DO FRANQUEADO?

O manual do franqueado é um dos documentos de maior importância dentro de uma empresa. Nele fica toda a estruturação e a forma de atuação definidas para o modelo de negócio de franquias.

Podemos dizer que esse é um documento que vive em constante atualização. Isso porque o alinhamento de todo o processo permite que alguns processos, que não fazem mais sentido por não terem apresentado resultados positivos no passado, não sejam mantidos nas instruções de práticas dentro das franquias.

É, em partes, através deste documento que possivelmente a franquia vai obter sucesso na sua área de atuação. E o franqueador é quem elabora o manual do franqueado, pois tem posse de todas as informações chave para as franquias. Além de ser o  responsável pela atualização e coordenação dos macro-processos.

Para cada tipo de negócio há diferente tipos de manuais que podem ser confeccionados. A seguir você poderá conhecer quais são eles.

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO

Este manual possui as informações administrativas de uma franquia e todo o passo a passo até a inauguração. Nele inclui-se informações que vão desde arquitetura da franquia até o gerenciamento de pessoal.

Apesar de sua característica de pré-inauguração, a sua importância é muito grande. Pois é nele que deve estar todas as informações que se referem ao esqueleto do negócio e ao plano de negócio. É preciso que ele seja feito com muito cuidado e que apresente todos os detalhes, já que é através dele que será possível obter um norte da empresa como um todo.

MANUAL OPERACIONAL

Como o próprio nome já diz, este manual precisará que seja detalhado todo o processo operacional. Ele pode ser feito através de uma experiência piloto com a franquia matriz. E a partir deste manual, o franqueado conseguirá manter sua linha de funcionamento operacional conforme estabelecido pela matriz.

MANUAL DE VENDAS

De uma maneira geral, todos os negócios precisam manter um padrão na sua divulgação, tanto nas suas mídias quanto no contato que faz com seu público através do seu time de vendas. É nesse momento que entra o manual de processos de vendas. Ele é formado pela política da junção das técnicas a serem utilizadas conforme o padrão que foi pré-estabelecido.

MANUAL DE MARKETING

Quanto ao manual de marketing para franquias, ele diz respeito do padrão de identidade visual que o franqueado irá precisar seguir. Isso fará com que as franquias não fujam da linha padrão que já é seguida no quesito da identidade da sua marca. Isso permitirá que o seu público reconheça a marca com mais facilidade. Nesse sentido, há algumas ferramentas, como o Deskfy, podem ser utilizadas para ajudar a marca se manter padronizada, seguindo as diretrizes.

Ao conhecer um pouco mais dos tipos de manuais para franquias, você será possível analisar quais tipos de manuais que se fazem mais necessários no seu negócio. Ao reconhecer a importância do manual de implementação de franquias e entender como devem ser elaborados, você já pode começar a elaborar, desde já, um manual para sua empresa.

Se você ficou com alguma dúvida, compartilhe conosco! Deixe nos comentários os seus questionamentos ou peça o contato de um especialista em marketing de franquias do time da Deskfy clicando aqui!