DAM

é uma abreviação de Digital Asset Management (Gestão de Ativos Digitais). O DAM é a organização, recuperação e distribuição de arquivos digitalizados, sendo esses: imagens (logos, ícones, imagens da marca, etc.), vídeos e documentos.

O software de gerenciamento de ativos digitais é uma ferramenta fundamental para o gerenciamento da marca, pois assegura que os membros da equipe tenham acesso imediato a todos materiais, o que garante a consistência da marca em toda a organização. Além disso, manter os arquivos em um sistema de DAM baseado em nuvem ajuda a manter seus arquivos seguros, organizados e disponíveis em qualquer lugar a qualquer momento.

O QUE SÃO ATIVOS DIGITAIS?

Os ativos digitais de uma marca são os recursos como: logos, imagens, paleta de cores, apresentações, vídeos, textos, fontes da marca, códigos de software, templates, blog posts, perfis em redes sociais, tipografia, sites, etc.

Nesse sentido, enquanto os ativos tangíveis são englobados por tudo que pode ser fisicamente tocado, os ativos digitais intangíveis estão relacionados a todo o material que pertence à uma marca e agrega valor de alguma forma. Ou seja, esses ativos podem servir tanto para realização da comunicação da empresa quanto para canais e estratégias de marketing, como promoção e relacionamento com clientes. Sendo que esses ativos digitais estão armazenados em forma de dados, eles exigem uma gestão mais organizada para que não haja perdas de material ou esquecimentos dos mesmos.

BENEFÍCIOS DO DAM

O verdadeiro valor do DAM se torna aparente quando os usuários migram, visualizam e usam ativos digitais.

Um software de DAM de qualidade é aquele que permitirá os usuários acessarem os ativos digitais o mais rápido possível. Isso pode ser feito baixando o ativo, visualizando o ativo ou compartilhando o ativo em um site externo. Ter uma rede de entrega de conteúdo (CDN – abreviação de, em português, Rede de Distribuição de Conteúdo) ativa garantirá que o recurso seja carregado na origem externa o mais rápido possível.

Para acessar um recurso, primeiro você precisa encontrá-lo. As soluções de DAM fornecem várias formas rápidas e fáceis de navegar pelos seus ativos digitais. A maneira tradicional de organizar os ativos é através de um sistema de pastas, onde cada ativo é colocado em uma pasta, da qual atende ao seu tipo ou propósito. Uma abordagem alternativa, para a organização dos ativos digitais, acontece por meio de um sistema de filtragem – onde são criadas categorias para agrupar os ativos. Dessa forma, o usuário pode aplicar filtros à biblioteca dos ativos digitais e arquivar aqueles que não são mais desejados.

A utilização de categorias é a forma mais eficiente de organização, especialmente quando comparada a uma estrutura de pastas. Os futuros usuários que pesquisarem o mesmo ativo poderão ficar frustrados se não conseguirem encontrá-lo em determinada pasta. Com essa estrutura, o usuário pode atribuir várias propriedades diferentes a um ativo, o que significa que, se o ativo atender a critérios diferentes, o ativo poderá ser filtrado e localizado.

Pode-se argumentar que os usuários de um sistema de gerenciamento baseado em pastas podem criar várias versões do mesmo ativo e colocar essas cópias em todas as pastas adequadas. No entanto, pode gerar diversos problemas. Por exemplo, se esse recurso precisar ser atualizado, é necessário que todas as cópias do ativo sejam atualizadas. Isso pode levar algum tempo, tendo a possibilidade de as cópias serem esquecidas. Além disso, fazer várias cópias do mesmo recurso apenas para fins de navegação também seria um uso ineficiente do espaço de armazenamento de arquivos.

O DAM também permite que a organização forneça e policie os direitos de todos os usuários. Permissões para acessar o portal e o acesso à diferentes ativos podem ser restritos, tal como a capacidade de editar e substituir ativos. Um software DAM também facilita o uso das versões corretas dos ativos. Isso significa que as pessoas não usam versões diferentes do mesmo ativo, como logotipos/imagens e qualquer conteúdo desatualizado. Dessa maneira, há a garantia de que a marca de uma empresa seja apresentada de maneira consistente – o que é crucial para o reconhecimento e a força da organização.

Permitir o acesso aos ativos digitais de qualquer lugar do mundo é outro benefício do DAM. O fato de software ser criado na nuvem garante que todos os usuários tenham acesso aos ativos digitais que precisarem, em qualquer lugar do mundo. Em organizações com funcionários e escritórios multinacionais, esse recurso é extremamente valioso. Deve-se lembrar também do quesito segurança. O software possui uma forma de login seguro, o que assegura que apenas as pessoas que você deseja ter acesso aos seus ativos digitais terão acesso a elas. Você ainda pode alterar as permissões das contas de usuários, fazendo com que eles sejam capazes apenas de fazer o download ou edição dos recursos já existentes.

REQUISITOS DE GERENCIAMENTO DE ATIVOS DIGITAIS

Cada empresa possui diferentes ativos digitais e, consequentemente, diferentes processos criativos. Sendo assim, toda organização possui distintos requisitos de gerenciamento de ativos digitais. É importante pensar nos pontos em que seus processos atuais são ineficientes e onde você está enfrentando desafios, para poder melhorá-los. Converse com vários departamentos e veja o que eles pensam.

Por exemplo: se os colegas continuam usando a versão antiga de um logotipo, mesmo tendo um novo, isso é um ponto problemático. Nesse sentido, um ponto a ser melhorado é a utilização de um DAM que atualize os ativos quando forem criadas novas versões. Isso significa que a versão antiga não estará mais disponível e, portanto, não poderá ser utilizada.

Você possui muitos arquivos e, por conta disso, leva uma eternidade para encontrar alguma coisa? Levando em consideração que um profissional de marketing precisará ter acesso rápido a centenas de imagens de produtos diferentes para que elas possam ser usadas em e-mails de marketing, esses ativos devem ter uma fácil localização. Se seus arquivos estiverem mal organizados, levará muito mais tempo para encontrar as imagens necessárias e, portanto, levará mais tempo para criar seus e-mails de marketing. Nesse cenário, você pode precisar de um DAM que ajude a organizar as imagens do seu produto de uma maneira mais lógica.

A capacidade de acessar recursos enquanto estiver longe de um computador é importante para você e sua equipe? Tendo um DAM com acesso mobile, isso é possível. Essa prática é importante para organizações que têm equipes de vendas em movimento rápido e exigem acesso aos ativos quando um computador não pode ser usado.

Depois de identificar os pontos de melhoria da sua empresa, você poderá começar a entender quais aspectos do sistema de gerenciamento de ativos digitais podem melhorar o seu processo.

IMPLEMENTANDO O SOFTWARE

Decidir como organizar seus ativos é um grande passo na implementação de seu software DAM. Por isso, é importante gastar tempo desenvolvendo uma classificação consistente para os seus ativos.

O software de gerenciamento de ativos digitais pode ser complexo e, portanto, é de tremenda importância educar os usuários sobre como fazer a utilização do sistema. O nível de educação necessário dependerá dos usuários – qual é o nível de familiaridade que eles possuem com o software DAM e tecnologia online em geral? É fundamental fornecer informações detalhadas sobre como o sistema funciona e mostrar todos os recursos que estão disponíveis para uso. Além disso, crie um banco de dados, onde os usuários podem pesquisar e encontrar lições anteriores, assim que for necessário.

Por fim, uma das maneiras mais eficazes de incentivar a aceitação do novo sistema é através da criação de um novo portal, que contenha as diretrizes da sua marca. Dessa maneira, os usuários se sentirão mais à vontade para trabalhar, uma vez que o sistema terá a mesma aparência de sua própria intranet ou website.

ROI DO GERENCIAMENTO DE ATIVOS DIGITAIS

O investimento de qualquer pacote de software para implementar em sua empresa é crucial, e como o DAM não é diferente. Alcançar um retorno sobre o investimento com o gerenciamento dos ativos digitais depende do uso dos ativos digitais. As principais ações que podem ser feitas para aumentar o uso do seu software DAM são: educar adequadamente os usuários sobre como o software DAM funciona – isso facilitará o entendimento do usuário em relação ao DAM. A segunda ação é: os usuários administradores devem analisar as estatísticas de uso para identificar quaisquer usuários que demorem a adotar o sistema e, posteriormente, podem exigir mais treinamento ou suporte.

O FUTURO DO DAM

A maneira como as equipes de marketing trabalha está mudando. E o DAM também.

Os aplicativos de móveis de DAM são uma importante fonte de inovação nessa área. O modo como as organizações funcionam está agora ligado à tecnologia móvel e à funcionalidade em movimento. Nesse sentido, o DAM precisa acompanhar essa inovação, para que as equipes de marketing consigam utilizar os ativos sempre que precisarem, em qualquer lugar.

Há também a existência do AI – abreviação de, em português, Inteligência Artificial. Os mais recentes recursos de inteligência artificial estão capacitando os profissionais de marketing a automatizar o carregamento dos recursos visuais. Ou seja, esses recursos de AI permitem que os times de marketing automatizem e simplifiquem seus processos diários.

Com a utilização de tags automatizadas, geradas com 80% de precisão no upload, os profissionais de marketing conseguem encontrar o que precisam com mais rapidez, assim economizando horas de tarefas administrativas, incluindo a organização de todos os gráficos de marketing, arquivos e vídeos. Isso está alinhado com o que acreditamos ser importante para os profissionais de marketing: liberando o tempo para voltar às suas raízes criativas e focar em pontos mais estratégicos.

O futuro do DAM também conta com a sugestão de ativos inteligentes. O software DAM fará a integração com plataformas de análise digital, assim identificando os ativos que levam ao maior número de conversões quando eles são incluídos em materiais de marketing online. Resultando, dessa forma, na sugestão de qual ativo você deve usar em seus materiais de marketing para garantir a mais alta taxa de conversão.

GLOSSÁRIO DE GERENCIAMENTO DE ATIVOS DIGITAIS

Solução de gerenciamento de ativos digitais na nuvem – Cloud DAM: o gerenciamento dos ativos não é instalado diretamente nas máquinas da empresa, mas sim na nuvem. Os usuários recebem acesso ao software através da internet. Significa que quem possuir acesso, poderá abrir o software em qualquer dispositivo, em qualquer lugar, em vez de apenas poder utilizar o dispositivo onde o software foi instalado.

ATIVO DIGITAL:

Ativo digital é um arquivo que possui formato digital.

PLATAFORMA DE CONTEÚDO CRIATIVO:

O termo “plataforma de conteúdo criativo” é sinônimo de gerenciamento de ativos digitais. Além desse, sinônimos de “gerenciamento de ativos digitais” são: software DAM, sistema DAM, gerenciamento de conteúdo digital, software de gerenciamento de mídia digital, gerenciamento de ativos de mídia, gerenciamento de conteúdo Nterprise e gerenciamento de recursos de marketing.

TAXONOMIA DO DAM:

A taxonomia é o sistema de nomes e propriedades que são atribuídos aos ativos digitais para que possam ser encontrados em uma data posterior.

PESQUISA DE ATIVOS DIGITAIS:

São as barras de pesquisa que possuem o preenchimento automático para ajudar o usuário a garantir que ele digite a palavra-chave correta.

GERENCIAMENTO DE DIREITOS DIGITAIS:

É a maneira pela qual uma empresa controlará o direito legal de distribuir certas imagens e/ou arquivos como parte de seus esforços de marketing.

DEVIRADA:

É uma versão alterada de um arquivo. Por exemplo, o seu software pode permitir que seja feita a criação de derivadas de uma imagem com base em dimensões, por exemplo, o redimensionamento de uma imagem para outro formato.

FILTRO:

É uma forma de organizar os ativos, podendo ser através de categorias. Assim, os usuários podem escolher a categoria da qual o seu ativo está guardado na biblioteca, para encontrar melhor o que deseja.

METADADOS:

São informações relacionadas a cada ativo para ajudar na organização e na capacidade de pesquisa do ativo digital.

INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS:

Opções de integração com ferramentas de terceiros.

Marca d’água: forma de garantia que as pessoas não usem os seus ativos digitais sem as permissões de direitos autorais.

CONCLUSÃO

Neste blog você pôde ter uma visão geral do que é DAM, quais são os seus benefícios e quais são os fatores que devem ser considerados para a implementação dessa solução. Além de mostrar como o DAM se posicionará no futuro e mostrar o seu glossário.

Ficou com alguma dúvida ou tens alguma sugestão de assunto para abordarmos? Comente abaixo!

Summary