Cultura pode ser considerada como o alinhamento de toda a equipe e, acima de tudo, acaba por ser o conhecimento sobre qual comportamento as pessoas irão apresentar nos momentos em que os seus líderes não estiverem presentes em seus estabelecimentos.

É aí que entram os Programas de Excelência, que funcionam como mecanismos essenciais para ajudar e estimular seus franqueados a mudarem a maneira como se comportam. Na verdade, estamos falando de Gestão de Consequência.

COMO ACONTECE A GESTÃO DE CONSEQUÊNCIA NA PRÁTICA?

Em subdivisões de grupos, os franqueados desejam estar dentre os destaques, mais precisamente alcançando uma posição como benchmarks.

PREMIAÇÃO PARA OS DESTAQUES DA REDE

O que de fato acontece é que somente a glória de receber o destaque pode ser o suficiente para alguns, que no geral tem a vontade de serem valorizados por isso. No entanto, há aqueles que preferem receber prêmios que possam beneficiá-los na redução nos royalties, com viagens ou até mesmo capacitação.

PUNIÇÃO QUE SERVE DE EXEMPLO PARA A REDE

Por outro lado, pode-se aplicar o inverso e utilizar certos mecanismos de “punição”. Caso a franqueadora venha a possuir, em sua rede, franqueados que costumam seguir a risca o modelo da cultura estabelecida como padrão do negócio, e que percebem que outros não o praticam e que não recebem uma punição, é provável que a franqueadora encontre mais dificuldades na manutenção da cultura.

O destaque positivo, que busca a valorização do franqueado com as premiações para os seus parceiros dentro da rede que seguem o modelo e reforçam a cultura definida, costuma ser o mais apropriado se comparado à manutenção da cultura da marca com o uso de verdadeiras punições.

Uma das características do modelo de franquia pode mostrar-se uma vantagem, e em paralelo pode apresentar uma desvantagem quando está passando pelo processo de alicerçamento da cultura. A vantagem pode ser notada quando os franqueados possuem um interesse total no sucesso do negócio. E geralmente optaram por investir seu budget na respectiva ideia pois acreditaram nela. Acontece que, esses parceiros não estão ligados à empresa somente devido ao contrato, mas principalmente pelos motivos mais filosóficos e identificação com as suas próprias crenças. Sem contar com o fato de que, é claro que esperam que sejam obtidos resultados positivos e um retorno dos seus investimentos considerável.

O grande desafio está no momento em que alguns franqueados, que fazem seu investimento, sequer aceitam o modelo. Por esse motivo, criar canais que permitam uma comunicação frequente a respeito dos valores é um ponto positivo para o negócio de franquia.

O programa de excelência pode ser uma ferramenta que poderá ajudar a reforçar a cultura da empresa, e é indispensável que os líderes das redes estejam muito bem informados à respeito das medidas fundamentais para a franqueadora fazer uma implantação bem sucedida de um programa de excelência. A seguir, você pode visualizar quais são:

  1. Promover a capacitação de todos os envolvidos em cada um dos níveis da franqueadora, garantindo que haja a compreensão absoluta e detalhada do programa de excelência da rede.
  2. Determinar as etapas progressivas de adesão dos franqueados ao programa, ao longo de dois anos, contendo metas para implantação, e fazendo com que que a experiência dos que aderem se transforme em benefícios claros.
  3. Definir as equipes de operação/atendimento e consultores de campo, sendo os principais comunicadores para sanar dúvidas e para destaque dos benefícios em conjunto com os franqueados; devem ter o Programa como prioridade de apresentação aos franqueados.
  4. Oferecer estímulos e/ou premiações às equipes de campo, conforme forem atingindo metas de implantação do programa. Dessa forma a equipe estará diretamente envolvida com a qualidade com que a operação é feita e com os resultados das franquias que pode ser gradativamente efetiva com os estímulos.
  5. Fazer uma boa divulgação regular para que toda a Rede possa aproveitar as possibilidades de usar as informações obtidas com o Programa e assim visualizar os benefícios que a melhoria de resultados proporciona.

Uma franqueadora com uma visão de futuro e que, ao mesmo tempo deseja resultados a curto prazo, faz com que o Programa de Excelência seja um modelo de gestão utilizado pela sua rede de franquias. Procura também direcionar o esforço estratégico para que consiga os melhores resultados para as franquias e para a marca.

Apoiar a sua gestão estratégica nas informações que o programa fornece, divulgar referências e estatísticas, são atitudes que oferecem prestígio e reconhecimento aos franqueados que fazem a implementação.

A franqueadora, dedicando-se à isso, ensina os benefícios do programa para a Rede e faz com que os franqueados se sintam, de fato, parte importante para a manutenção do sucesso da marca e de quebra o franqueado sente que não está apenas sendo controlado mas que é parte importante para a melhoria dos processos!

Ficou com alguma dúvida ou tens alguma sugestão de assunto para abordarmos? Comente abaixo!