O que é valor agregado? É a qualificação do público em relação aos benefícios e os custos de uma marca em comparação a outra, e isso é um fator elementar para explicar por qual razão as marcas mais valiosas do mundo são tão bem-sucedidas.

O que torna o valor agregado crucial do ponto de vista da empresa é que os clientes podem estar dispostos a pagar um preço mais alto porque consideram que a marca é de alta qualidade e, talvez, um símbolo de status. E esse, é o caso da Apple. A marca não representa somente o aparelho, mas também o status e a personalidade do comprador, fazendo com que clientes tenham lealdade a marca.

História da Apple

Foi fundada por dois alunos, Steve Jobs e Steve Wozniak, no ano 1976. Sua expansão pioneira em vários setores e novos serviços, como o Apple Pay e o iTunes, ajudaram a impulsionar a Apple e a torna-la a primeira empresa de US $ 700 bilhões dos Estados Unidos. Steve Jobs, o visionário que esteve no comando, sempre priorizou a emoção e a estética, estimulando e criando comunidades de fanáticos, sempre dispostos e leais a Apple.  Hoje, a Apple está em primeiro lugar com o maior valor de marca, valendo em torno de US $ 182,8 bilhões de acordo com a Forbes.

A sensação de exclusividade premium que a Apple promove em lançamentos de novos produtos, e a atenção meticulosa à estética de seus produtos, permitiu que a marca Apple fosse associada ao luxo de acordo com seus seguidores. A concorrência entrega praticamente a mesma qualidade, entretanto, a Apple entrega status, estilo e personalidade.

Seus consumidores não pensam: “Eu quero isso porque é um smartphone”. Eles pensam: “Eu quero isso porque é um iPhone da Apple”.

Para a Apple, o cliente é o centro de tudo, eles conectam o cliente com a sua marca e visão. Veja a campanha “Shot on iPhone”, ela não só mostra a grande versatilidade da câmera do iPhone, mas também apresenta vídeos de extrema qualidade gravados por pessoas reais.

Embora não haja uma resposta simples, a promoção de uma personalidade de marca com a qual seu público possa se relacionar pode ajudar muito. Se você quer fidelidade à marca, faça como a Apple –  Conecte a sua marca com seus clientes e comece um movimento em que você acredita.

segredo apple
imagem 1- Evolução da Marca

Passos para uma marca consistente

1. Defina uma visão

A visão da Apple era facilitar a participação de todos na tecnologia no futuro. A questão principal era como criar comunidades e depois mobilizá-los para espalhar e divulgar a marca.

 2. Invista em um Portal da Marca

A Apple investiu e alinhou tudo por trás de uma ideia de marca definida como “A Apple torna a tecnologia tão simples; todos podem fazer parte do futuro”. Use como base a sua visão, interligue com todos os pontos de contato até o cliente. O cliente vai perceber o seu comprometimento com a sua própria visão, e isso faz a diferença.

 3. Analise o mercado

Durante décadas, a Apple investiu constantemente na empatia e aproveitou a frustração do consumidor com a tecnologia na época. Nos anos 80, a Apple atacou computadores da IBM por serem muito complicados. Em 2005, eles usaram a publicidade “Eu sou Mac e eu sou um PC” para atacar a Microsoft. Sempre, a Apple mirou o cliente final, facilitando e tornando a tecnologia de ponta, uma tecnologia acessível.

Dessa forma, para chegar no mesmo estágio de sucesso da Apple, fica evidente a necessidade de investimentos em um Portal da Marca, como também é crucial focar e transmitir a identidade do seu negócio da forma mais organizada e clara. Hoje, existem softwares que podem gerir a sua marca e auxiliar nesse processo árduo, como por exemplo o Deskfy que pode ajudar você e a sua empresa a alcançar o sucesso, auxiliando principalmente nas áreas de Workflow (Fluxo de trabalho), DAM (Gestão de Ativos Digitais), Comunicação e Customização de Materiais.

Tens alguma dúvida ou ficou interessado em como investir em um portal da marca? Leia mais aqui. Você também pode solicitar uma demonstração gratuita, fale com um de nossos especialistas. Ficaremos contentes em lhe atender 😀