A popularização de plataformas como Facebook, Instagram, Twitter e tantas outras foi responsável por criar um setor que cresce com alta velocidade em meio a um mercado de trabalho que se reinventa com os processos de transformação digital e a mais recente crise financeira.

Com isso, dúvidas sobre a profissão de Social Media e sua rotina de trabalho tendem a ser cada vez mais comuns. Afinal, ela é recente e começou a ser explorada em cursos de graduação tradicionais, por exemplo, faz bem pouco tempo. Daí vem a necessidade de se atualizar, e vale a pena fazer isso.

O LinkedIn, no início do ano, lançou uma lista com as 15 profissões em alta para 2020. Entre elas, duas envolvem o trabalho de Social Media — a posição “Gestor de mídias sociais”, que está em primeiro lugar, e “Assistente de mídias sociais”, que está em 12º.

Neste texto, você entenderá mais sobre a carreira de um Social Media. Vamos lá?

O que faz um Social Media?

O Social Media — ou Analista de Redes Sociais — é aquele profissional responsável pelo gerenciamento das plataformas de mídia online de uma empresa, marca ou personalidade.

Por mais que muitas pessoas vejam as redes sociais como uma forma de distração ou uma fonte de renda extra, a profissão tem alta demanda por profissionais capacitados e prontos para desempenharem tarefas que vão além do desenvolvimento e da publicação de um post.

Por trás daqueles conteúdos que aparecem na linha do tempo do Instagram, existe um trabalho árduo e repleto de planejamento, metas e KPIs que definem o sucesso ou o fracasso de uma página.

Entenda, então, que não basta “gostar de usar a internet” para ter sucesso na área. É preciso investir em conhecimento e atualização constante.

Em relação à formação acadêmica, o mais comum é que o profissional seja formado em cursos da área de Comunicação, como Publicidade e Propaganda, Jornalismo ou Relações Públicas, podendo também ter estudado Marketing

Encontramos também aqueles profissionais de áreas completamente diferentes — como Engenharia, Administração ou qualquer outro curso que você pensar — buscando se recolocar, se redescobrir profissionalmente ou até mesmo oficializar uma tarefa que era feita em forma de hobby. 

Como toda profissão, porém, é muito importante buscar especialização. Assim, é possível desenvolver noções de gerenciamento de crise, criação de textos adequados para a web, análise de métricas e construção de relatórios

Quais são as principais funções do Social Media?

Agora que você compreendeu que o Social Media tem uma rotina que vai muito além dos posts e stories que vemos diariamente, é hora de entender as funções do profissional de maneira prática. 

Definição de um planejamento de redes sociais

Antes de criar um perfil, campanha ou qualquer ação nas plataformas de redes sociais, é imprescindível contar com um bom planejamento. Nele, algumas informações muito importantes sobre a marca deverão ser contempladas:

  • identidade visual;
  • personalidade;
  • tom de voz;
  • personas.

Além desses pontos, pense nas principais informações estratégicas que envolvem o setor de comunicação de uma empresa: com muita certeza, todas elas estarão contempladas no material.

O planejamento é um momento de fazer longas pesquisas com o objetivo de entender não apenas o cenário interno, mas o externo também. O benchmarking — ou análise de concorrentes — é um fator importante antes de definir o posicionamento online, sendo possível investir ou descartar ideias e conceitos a partir do que vem sendo feito no mercado.

Depois de finalizar o material com o planejamento, o Social Media pode ter a certeza de que contará com ele em todos os momentos do seu trabalho. Afinal, aspectos como tom de voz e personalidade são importantes desde a criação de uma imagem ou um vídeo, passando pela legenda e indo até a forma de responder os seguidores ou abordá-los.

Criação do calendário editorial

Com o planejamento pronto, é hora de pensar no calendário e selecionar aquelas oportunidades que poderão ser desdobradas em conteúdo. 

Ele pode ser semanal, quinzenal, mensal ou até mesmo de forma macro — existem empresas que trabalham com calendários semestrais e anuais — mas o importante é saber que, com toda a certeza, ele deverá ser revisitado e atualizado.

Isso acontece porque as redes sociais têm um teor efêmero, ou seja, os conteúdos duram muito pouco e o que faz sucesso hoje pode não importar em nada daqui a algumas semanas. É o exemplo dos memes, que vão embora na mesma rapidez que explodem e conquistam o mundo.

O aconselhável, então, é desenvolver um primeiro calendário com as datas e os momentos imprescindíveis para o seu perfil, como:

  • datas comemorativas que de fato importam para a marca;
  • pautas institucionais;
  • eventos importantes;
  • divulgação dos principais produtos e serviços;
  • outros momentos que dificilmente serão alterados ou que poderão “perder a graça” com o tempo.

No dia a dia, então, é hora de se manter atualizado e ficar de olho nas oportunidades de conteúdo. Perfis que saem na frente conquistam a mente do público, e o reconhecimento de marca é uma das métricas de sucesso mais importantes.

Desenvolvimento dos posts

Agora sim, chegou a hora que a maioria das pessoas já reconhece como função do Social Media: o momento de criar e divulgar os conteúdos.

As equipes estão cada vez maiores e, em sua maioria, contemplam também um designer, responsável por todas as peças visuais, além de videomakers, que vão criar e editar todos os vídeos. 

Criar legendas criativas, com alto poder de engajamento e que conversem com todo o planejamento do perfil é uma tarefa difícil e que pode demandar longas horas. Além disso, existe um grande estudo por trás de cada palavrinha selecionada para compor a legenda.

Depois de criar os conteúdos, é importante analisar os melhores dias e horários para fazer a publicação. O próprio Facebook (que contempla também o Instagram) entrega todas essas informações para que cada post seja divulgado com seu máximo potencial. 

Monitoramento e diálogo

Esta talvez seja a tarefa mais frequente e perene do Social Media. Diariamente, ele deve pincelar todos os canais minuciosamente e cuidar do diálogo — respondendo, curtindo ou interagindo de qualquer outra forma — com os seguidores.

Marcas distantes da audiência dificilmente se mantêm em evidência. Por isso, quanto mais personalizado e interessante for o diálogo, melhores serão os resultados!

Um grande exemplo muito falado na área é o da Netflix, que trabalha com uma personalização incrível não apenas nos conteúdos, mas também na forma como eles respondem às pessoas que deixam comentários na página

Frequentemente encontramos respostas específicas sobre centenas de séries ou filmes diferentes, o que mostra atenção e cuidado muito interessantes de uma marca tão grande e reconhecida mundialmente.

O monitoramento, por sua vez, é fundamental para entender padrões, aceitação dos conteúdos e principais tópicos relacionados com o perfil. Assim, entendemos a percepção do público em relação à marca como um todo, garantindo a possibilidade de melhorar ou continuar com o bom trabalho nas ações de redes sociais.

Criação de relatórios e análise de métricas

Além da parte criativa, existe um braço estratégico muito forte no que diz respeito ao trabalho do Social Media. Diariamente, é importante ficar de olho naquelas métricas de fácil visualização, como curtidas, alcance, comentários e compartilhamentos.

No final de um período especificado pela equipe — o aconselhável é a cada mês — chega a hora de montar os relatórios e analisar os resultados do período. Assim, você garante que o planejamento de redes sociais esteja seguindo no caminho certo. E, quando as coisas não vão conforme o planejado, existe a possibilidade de reformular o que for preciso.

Além dos relatórios de acompanhamento mensal, é importante promover reuniões trimestrais, semestrais e anuais para ter uma visão macro dos objetivos traçados no começo de cada ano.

Por isso os objetivos traçados no planejamento são tão importantes!

O que é preciso para trabalhar na área?

Agora que você já entendeu as principais funções do Social Media, é hora de saber quais características devem estar presentes no dia a dia do profissional. Caso você não tenha alguma delas, não se preocupe! Com um pouquinho de prática, todas são totalmente alcançáveis. 

Senso de comunicação

Gostar de se comunicar é muito importante, mas saber as melhores formas de fazer isso é ainda mais. Pessoas introvertidas também podem se dar muito bem na profissão, mas saiba que vez ou outra será necessário interagir com o público fora das telas.

Eventos, coberturas em geral e coletas de informações para a pauta com toda a certeza vão envolver o contato com pessoas diferentes de lugares variados. 

Desse modo, a desenvoltura e a habilidade de se comunicar são fundamentais para extrair o melhor de cada conversa e transformar o material em ótimas pautas.

Atualização constante

Grandes marcas se mantêm no topo quando prezam pela atualização constante

Se você abriu a internet na semana passada, com certeza consegue entender do que estamos falando: os conteúdos mudaram, memes novos surgiram, tendências desapareceram e novos gostos estão por vir.

Por isso, não basta ter a habilidade de escrever e saber criar boas estratégias, É preciso gostar de estudar e fazer isso todos os dias. Uma pequena lida em portais da área já vale a pena! 

Outra dica interessante é seguir páginas que falam não apenas de redes sociais, mas também de marcas inspiradoras. Assim, no dia a dia, você já garante aquela atualização e se inspira com relação a bons formatos e abordagens.

Conhecimento de línguas estrangeiras

A tarefa de se dar bem no mercado de trabalho sem o domínio de línguas estrangeiras pode ser complicada em algumas áreas específicas, e Social Media é uma delas.

Isso acontece porque muitos termos técnicos estão em inglês, além de grandes referências e tendências da área serem de países que não têm o português como língua nativa. Assim, é importante se esforçar para aprender os principais termos que vão te ajudar — e muito — na rotina. 

Entender as funções do profissional de Social Media é fundamental para descobrir se a profissão é a certa para você. Gostou deste conteúdo? Conheça melhor o Social Listening e aprenda a aplicar estratégias que melhoram a comunicação com o público!

Conteúdo produzido pela Rock Content.